domingo, 16 de julho de 2017

«Higher Education Sustainability Initiative (HESI)» | 19 julho 2017



Veja aqui.

«A Terra é uma Ilha»


Entre 18  e 21 de Julho 2017

«O Congresso dá continuidade à metodologia dos congressos anteriores, contribuindo para a formulação de políticas públicas que ajudem ao fortalecimento da educação ambiental nos países Lusófonos e Galiza. 
 A promoção da divulgação de projetos de investigação científica, a troca de experiências pedagógicas, a partilha de projetos comunitários e o reforço das redes nas áreas da Educação Ambiental para a Sustentabilidade, Cooperação e Desenvolvimento; a promoção da cooperação entre atores educativos e técnicos das comunidades lusófonas capacitando-os para atuar ao nível das políticas de responsabilidade ambiental e de justiça social; o reforço do papel político da Educação Ambiental para a Sustentabilidade, considerando a educação e o ambiente como a chave para a democratização da nossa casa comum, no sentido de promover novas formas de governança em diferentes tipos de organizações políticas e da sociedade civil através de metodologias participativas e de decisão democrática, são alguns dos objetivos desta Congresso». +.



terça-feira, 13 de junho de 2017

ECONOMIA CIRCULAR EM PORTUGAL | Consulta Pública do «Plano de Ação Nacional para a Economia Circular»




Disponível aqui



Sobre o tema da imagem,
 intervenção do Ministro do Ambiente:


«CONSUMIDORES PASSAM A PAGAR APENAS AQUILO QUE UTILIZAM COM A ECONOMIA CIRCULAR

O Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, afirmou que com a concretização da economia circular os consumidores «vão passar apenas a pagar aquilo que objetivamente utilizam».
Em declarações à agência Lusa, no dia em que se inicia a consulta pública do Plano de Ação Nacional para a Economia Circular, o Ministro referiu que «não há nenhuma razão para que os consumidores paguem mais», acrescentando que estes «vão deixar de adquirir equipamentos que na maior parte do tempo da sua vida estão parados.
«Com o advento da economia circular e a sua afirmação, vamos deixar de ser consumidores para passar a ser utilizadores e, assim sendo, só vamos pagar aquilo que usamos», reforçou o Ministro.
Matos Fernandes frisou também que se o consumo primário não for reduzido, «daqui a uns tempos a pergunta deixará de ser se é mais caro ou mais barato e passará a ser se existe ou se não existe».
A economia circular afasta uma economia linear, em que são extraídos recursos à natureza para serem usados e deitados fora, e promove uma política com base na redução do uso dos materiais primários e na aposta na reciclagem e reutilização de produtos.
O Plano de Ação Nacional para a Economia Circular é uma das prioridades do Governo e resulta de um trabalho conjunto das áreas de governação do Ambiente, da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, da Economia e da Agricultura,  Florestas e Desenvolvimento Rural. (...)». Continue a ler.



Disponível aqui.


Veja diretamente em PARTICIPA.




segunda-feira, 5 de junho de 2017

CONFERÊNCIA SOBRE OS OCEANOS | 5-9 junho 2017 | NAÇÕES UNIDAS | NOVA IORQUE





«Entre os dias 5 e 9 de junho a ONU realizará em sua sede em Nova Iorque a Conferência sobre os Oceanos.
 Trata-se de um encontro com os principais chefes de Estado e de Governo do mundo, bem como representantes de organizações que trabalham com o tema, para apoiar a implementação do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 14: conservar e utilizar de forma sustentável os oceanos, os mares e os recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável». Continue a ler.


«Conexão com o planeta»

Leia aqui

sexta-feira, 2 de junho de 2017

«SEMANA EUROPEIA PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL»


«Apelo para o desenvolvimento sustentável

A Semana Europeia do Desenvolvimento Sustentável (ESDW) é uma iniciativa Europeia para estimular e tornar visíveis atividades, projetos, e eventos que promovem o desenvolvimento sustentável. A ESDW 2017 está ligada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.A CGTP-IN participa nesta Semana que decorrerá este ano entre 30 de Maio e 5 Junho.
A nossa Actividade: Divulgação dos Cartazes da CGTP-IN em Apelo para a Promoção dos Objectivos para o Desenvolvimento Sustentável e a defesa do Clima por uma economia de baixo carbono, através das empresas e outros locais de trabalho em todo o território nacional.
Pretendemos sensibilizar os trabalhadores através dos responsáveis sindicais de todo o território nacional para a aplicação dos ODS - Objectivos para o Desenvolvimento Sustentável e para a defesa do Clima numa economia de baixo carbono através de uma Transição justa e criadora de empregos dignos, nomeadamente sobre os ODS 5, relativa a igualdade de género, o ODS 8 sobre o Trabalho Digno e o ODS 13, da Acção para o Clima. Dois Cartazes servirão de ponto de referência e divulgação da nossa contribuição nesta Semana, de 30 de Maio a 5 de Junho. Assim esperamos atingir pelo menos os trabalhadores afiliados nos sindicatos da CGTP-IN e do MSU - Movimento Sindical Unitário em todo Portugal através da nossa rede de contactos internos e das redes sociais e amigos! Divulguem!
Vejam a divulgação da nossa actividade no Mapa europeu da Semana em: www.esdw.eu
Departamento para o Desenvolvimento Sustentável da CGTP-IN – 30 maio 2017». Tirado daqui.

sábado, 27 de maio de 2017

JEFFREY SACHS |«a era do desenvolvimento sustentável»




«Jeffrey Sachs é um dos analistas mais perspicazes e originais do fenómeno do desenvolvimento global. Nesta obra, apresenta-nos um quadro prático de como podem os cidadãos usar um modo holístico de lidar com problemas globais que hoje nos parecem insolúveis: a pobreza extrema e persistente, a degradação ambiental e as injustiças político-económicas; em suma, como contrariá-las para termos um desenvolvimento sustentável. Assim, o autor oferece aos leitores, estudiosos, ativistas, ambientalistas e decisores políticos as ferramentas, os indicadores e as práticas de que necessitam para atingirem os objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Mais do que um mero exercício retórico, este livro foi concebido para informar, inspirar e suscitar a ação. Tendo por base os 12 anos do autor como diretor do Earth Institute da Universidade de Columbia e 13 anos como consultor do Secretário-Geral das Nações Unidas para os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, a Era do Desenvolvimento Sustentável é uma obra marcante, bem como um apelo a todos os que se preocupam com o planeta e a justiça global». Saiba mais.